Atenção: a matéria abaixo contém spoilers de Dragon Ball Super.


O episódio começa com Goku conversando com os companheiros, e afirma que vai convencer Freeza a lutar ao lado deles com a ajuda da Vovó Uranai, que irá ressuscitá-lo por apenas 24 horas. Obviamente, os outros personagens, como Vegeta e Kuririn, se mostram insatisfeitos com a ideia, mas o protagonista afirma que, se o vilão trair o Universo 7, “ele ou Vegeta vão derrotá-lo”.

Nisso, Goku pergunta se ele acha que será fácil de vencer o Torneio do Poder, e o personagem afirma que não, e afirma que existe um “mortal mais forte até do que Deuses da Destruição”, como Beerus — que até o momento não foi confirmado quem é. O protagonista então parte para encontrar com Enma e segue para o Inferno, onde irá se encontrar com Freeza.

Enquanto isso, Caulifla e Kyabe (ou Cabba, como também pode ser chamado) tentam ensinar Kale a se transformar em super saiyajin. E apesar de personagem falhar na primeira tentativa, quando ela consegue — graças ao guerreiro que a insultou diversas vezes para tentar afetá-la –, vemos uma transformação verde, destrutiva e super poderosa.

A personagem, que pode ser considerada até uma super saiyajin lendária, começa então a atacar Kyabe repetidamente, e por um momento, imaginamos que iremos ver uma batalha entre saiyajin melhor do que muitas outras da nova temporada. Mas então, Caulifla corta tudo, achando que Kale está lutando apenas por ciúme. Em todos os momentos, inclusive, a personagem se refere à Kale como “irmãzinha”.

Voltando à história de Freeza, Quitela, líder do Universo 4, mandou um espião para descobrir os maiores segredos de seus oponentes (e parece que já tem um plano para o “Imperador do Mal”). Já no Inferno, o grande vilão pede que Goku o ressuscite com as Esferas do Dragão, porque assim ele estará ainda mais forte. O protagonista nega, mas eles entram em um acordo que, caso o antagonista participe do Torneio, ele vai ganhar as Esferas do Dragão da Terra. — mesmo que leve tempo para conseguir todas elas.